Cacharel: O doce rastro de LOULOU

Era meu primeiro dia de trabalho naquela empresa de Consórcio. Um dia muito confuso, cheio de novidades. Havia a ansiedade de aprender rápido e  também a insegurança de desenvolver bem. Eram muitas pessoas, difícil guardar a fisionomia e principalmente o nome de todas elas.

Na parte da tarde pediram para que eu ajudasse na recepção da empresa. Deveria ajudar a recepcionista a receber os clientes e atender ao telefone. Achei interessante, pois pelo menos seria uma forma de me inteirar com os outros funcionários.

Foi quando ela surgiu. Uma mulher bem alta, com os cabelos lisos e longos, pele bem clara, olhar de superioridade. Uma postura auto-confiante e poderosa. Se não bastasse a estatura, ainda humilhava usado um super salto e não se incomodava com o barulho dos próprios passos. Era visível a atração dos homens e também a irritação das mulheres.  Mas o que mais me chamava atenção naquela “aparição” sem dúvida era o perfume. Que perfume era aquele???  Ela deixou um rastro doce, mas delicioso.

Quando ela foi embora em direção a alguma sala, a recepcionista que estava me treinando comentou:
– Essa daí é a secretária do Presidente da empresa. Metida… E esse perfume dela insuportável!!!

Notei um certo tom de inveja naquele comentário. Afinal de contas era uma mulher bonita e o perfume era sofisticado, diferente, inigualável. Aproveitei o comentário e perguntei:
– Você sabe que perfume é esse???
– Loulou da Cacharel – confirmou a recepcionista.

Infelizmente naquela época não havia INTERNET e se você desejava saber algo mais sobre determinado assunto você tinha que procurar… E muito! Consegui encontrar e comprar o Loulou (lá se foi grande parte do meu primeiro salário, rs), mas foi muito recentemente que conheci a história desse famoso perfume :

02-Cacharel - O doce rastro de LOULOU - LondonPerfumeShop-01

02-Cacharel - O doce rastro de LOULOU - LondonPerfumeShop-02

Indicado para mulheres sedutoras, sensuais e envolventes. Introduzido em 1987 pela Cacharel, o perfume Lou Lou Eau de Parfum Feminino é referido como uma fragrância floral. A Cacharel traz de volta a vida fascinante da lendária atriz Louise Brooks. Envolvente e provocadora ao mesmo tempo, Loulou nos encanta com sua frágil e intensa sensualidade. Somos cativados pelo encanto de sua liberdade de espírito e de sua misteriosa personalidade.

Lou-Lou

Família Olfativa: Oriental Floral (aldeídico), 1987
Gênero: Feminino
Perfumista: Jean Guichard – Roure
Frasco: Annegrete Beier
Rastro: Intenso
Fixação: Ótima
Pirâmide Olfativa:

  • Topo -Violeta, ameixa, bergamota, mace (película interna da noz moscada), angélica, íris, lírio, jasmim, anis estrelado, cassia ou canela da China.
  • Coração – Tiare, tuberosa, ylang ylang, jasmim, heliotrópio, flor de laranjeira, orris
  • Base – Fava tonka, baunilha, sândalo, cedro, almíscar, incenso.

Fonte: http://perfumesbighouse.blogspot.com.br/2010/07/loulou-by-cacharel.html

Quem foi Louise Brooks?

02-Cacharel - O doce rastro de LOULOU - LondonPerfumeShop-03

Mary Louise Brooks (Cherryvale14 de novembro de 1906 — Rochester8 de agosto de 1985) foi uma atrizmodelo e dançarina norte-americana.

Teve uma carreira breve em Hollywood, tendo participado de 24 filmes entre os anos 1925 e 1938. Sua imagem e atitudes permanecem, no entanto, como símbolos de uma época, e uma de suas características mais lembradas será sempre o corte de cabelo liso e curto, que lançou moda e tornou-se um ícone dos anos 20.

Em 1928, após o produtor B.P.Schulberg lhe negar um aumento, Louise deixa a Paramount e embarca rumo à Alemanha a convite do diretor G.W.Pabst para filmar o filme que viria a ser o seu maior sucesso: A Caixa de Pandora, onde ela interpreta Lulu, uma mulher sedutora, que hipnotiza e destrói todos os homens que se aproximam dela. Há quem diga que sua tumultuada vida amorosa teria lhe servido de inspiração para a personagem. De fato Louise teve muitos romances, sendo o mais famoso com Charles Chaplin.

Com poucos amigos, Louise teve uma vida reclusa, sofrendo por muitos anos de artrite deformante, e falecendo no dia 8 de agosto de 1985, aos 78 anos de idade, em Nova York.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Louise_Brooks

Se você não aprecia perfumes doces, eu sugiro que dê uma chance ao Loulou. Às vezes é necessário adoçar um pouco a vida, rs. Vale a pena tentar e, quem sabe, se encantar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *